Fórum AquaPeixes
Conecte-se ou registre-se e faça parte do melhor Fórum de Aquariofilia!

Registrando-se terá direito a fazer perguntas, esclarecer dúvidas e muito mais...

Veja, passo a passo, como postar fotos;

Fique por dentro das nossas Regras de utilização;

Fique por dentro das nossas Regras para participação do Concurso AquaPeixes de Fotografias;

Acesse nosso site AquaPeixes, para obter mais conhecimentos;

* As publicidades só aparecem para os visitantes!




Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Os membros mais ativos da semana
maciel.luz
 
Marcelo Duarte
 

Últimos assuntos
» Meu Primeiro Aquário
por Marcelo Duarte Hoje à(s) 5:33 pm

» Meu primeiro aquário (plantado)!
por maciel.luz Hoje à(s) 4:52 pm

» Arco-Iris Boesemani ou Lacustre?
por maciel.luz Hoje à(s) 4:50 pm

» todos meus peixes morreram devo tratar a água como para por novos peixes?
por SJorge Sab Out 21, 2017 8:28 pm

» bactericida e fungicida atlantys
por SJorge Sab Out 21, 2017 8:28 pm

» iluminação para aquário plantado
por maciel.luz Sex Out 20, 2017 5:21 pm

» Criadeira FVM - Pote de sorvete-
por maciel.luz Sex Out 20, 2017 5:18 pm

» Ajuda Peixe Mexerica
por maciel.luz Sex Out 20, 2017 5:17 pm

» limpeza no musgo de java
por maciel.luz Sex Out 20, 2017 5:10 pm

» Tenho uma dúvida
por Joao Roberto Ter Out 03, 2017 10:28 am

» Meus peixes não estão bem
por SJorge Dom Out 01, 2017 1:02 pm

» Aquario marinho iniciante
por SJorge Dom Out 01, 2017 6:22 am

» Problemas no Lago do Tio
por SJorge Dom Out 01, 2017 6:20 am

» 480 L Ciclídeos Africanos
por SJorge Qua Set 27, 2017 6:56 am

» Aquário Comunitário 240 L
por SJorge Qua Set 27, 2017 6:50 am

» Como alimentar filhotes de lesbite
por maciel.luz Ter Set 26, 2017 1:54 pm

» Labeo Bicolor não come
por Amarelo Sab Set 23, 2017 11:51 am

» [Doença] Tucunaré não se alimenta e esta sempre escondido no fundo do aquário.
por maciel.luz Qua Set 20, 2017 5:34 pm

» novata no aquarismo com 5 bettas p cuidar
por maciel.luz Ter Set 19, 2017 10:42 am

» Lago de alvenaria do Altaner
por paula moreira Ter Set 12, 2017 6:11 pm

Top dos mais postadores
Mauricio Molina (8253)
 
Adilson (7042)
 
Wladimyr (5849)
 
Beto Lemos (4989)
 
Lucas Duarte (2775)
 
Thiago Marques (2339)
 
juniorfn (2149)
 
david rafael dieter (2124)
 
maciel.luz (2041)
 
Edu Ucceli (2021)
 

Quem está conectado
12 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 12 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 109 em Sex Jun 13, 2014 10:45 pm

Aquário ideal para Peixes-Gato

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Artigo Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Mateus Camboim em Qua Fev 16, 2011 3:19 am

Olá,

No aquarismo atual, repleto de espécies exóticas, coloridas, nas mais variadas formas e temperamentos, passam-se muitas vezes despercebidas espécies tão comuns mas interessantíssimas nos nossos tanques: os Peixes-Gato.

E quem são? São as Corydoras, as Aspidoras, os Limpa-Vidros, os Cascudos, os Bagres, os Banjos, os Synodontis, etc. Peixes como o Peixe-Gato-de-Vidro Indiano também fazem parte desse grupo, assim como Lábeos. Mas trataremos das espécies "não-flutuantes": sempre ao fundo, nas folhas das plantas, nos vidros, nos troncos, escondidos em tocas, etc.

Quem de nós nunca comprou uma ou duas pequenas Corydoras? Peixinhos simpáticos que tem a fama de ajudar a limpar a sujeira do aquário. Mas não apenas elas recebem esse indigesto título: peixes como Limpa-Vidros e Cascudos são frequentemente adquiridos apenas para comer detritos e algas. É muito comum ao comprarmos os peixes os lojistas recomendarem Corys para comer restos de ração e Limpa-Vidros ou Cascudos para retirar o limo que se forma nas pedras, troncos e vidros.

Mas isso é um tremendo engano!

Um equívoco infelizmente popular que deve ser desagregado das nossas mentes. Esses animais não comem sujeiras, nem vão tocar nas fezes, por exemplo. O que geralmente acontece é que algumas vezes, enquanto estão fuçando o substrato a procura de algo para comer, sugam eventualmente fezes, então o aquarista pensa que eles a comeram, quando na verdade elas saíram pelas suas brânquias, através do opérculo.

Eles possuem cada um uma dieta alimentar própria e bem específica. Não são peixes feitos para comer restos de ração. Eventualmente comem as que afundarem, mas precisam de um alimento feito especifico para eles. No caso de espécies raspadoras, como Limpa-Vidros e Cascudos, até comem as algas, mas não podem viver exclusivamente disso.

Para alimentá-los adequadamente existe uma variedade imensa de rações específicas para peixes de fundo no mercado, desde nacionais simples até as importadas mais complexas. Geralmente são apresentadas em bastões ou pastilhas, de forma comprimida que afunda muito rapidamente (como se fosse uma pequena pedra) e depois vão amolecendo aos poucos, tornando-se mais disponíveis para os animais. Quase todos possuem uma boa dose de ingredientes vegetais, principalmente Spirulina. Apesar de muitas espécies serem onívoras, uma grande parcela tem tendências herbívoras, devem ser respeitadas então. Assim como também devem ser respeitadas as espécies que preferem mais proteínas.

Na natureza alimenta-se de algas, restos de plantas mortas, plantas de folhas/caules/raízes macias, vermes e micro-crustáceos encontrados no lodo das porções d'água (por isso recebem o nome de determinadas regiões de Papa-Terras.)

Seus hábitos comportamentais variam de acordo com a espécie analisada: Corydoras por exemplo vivem sempre em grandes e numerosos cardumes; Otocinclus também; já os Cascudos podem viver isoladamente ou em grupos dispersos. Gostam de substrato fácil de remexer (como lama) e limpo.

Aqui um vídeo para mostrar o tamanho de uma cardume de Corydoras. Repare que devido ao número elevado de indivíduos o cardume mostra-se coeso e seguro:



(Vídeo retirado do site YouTube) Veja como é grande um cardume na natureza.

São peixes que, em sua maioria não gostam de iluminação muito forte. Preferem iluminação baixa ou nula, devido aos hábitos noturnos de grande parte das espécie. Mas é possível tranquilamente vê-las passear durante o dia. O sombreamento pode ser conseguido com uma iluminação mais baixa, com uma aquário bem plantado ou com plantas flutuantes.

Gostam de muitas tocas, refúgios sejam da luz ou de possíveis predadores, assim como apenas para dormirem. Seja por cavernas, troncos ou folhas secas.

São peixes geralmente muito pacíficos e dificilmente demonstram agressividade com seus semelhantes ou com outras espécies de peixes. Mas isso não significa que sejam indefesos. Como defesa natural, tanto Corydoras como Cascudo e Limpa-Vidros possuem espinhos que podem machucar seriamente se manejado de forma incorreta. Inclusive é por isso que nãos e recomenda mantê-los com peixes que possam devorá-los, acaba pelos dois morrendo: um comido e o outro engasgado.

Também são peixes muito sensíveis ao sal (Cloreto de Sódio - NaCl): sua aplicação no aquário provoca mortes na maioria dos Peixes-Gato. Eles possuem uma camada de muco epitelial (muco natural e protetor que recobre todo o corpo do peixe) muito fina ou até ausente. Quando em contato com a água, devido a fina camada de muco, todas suas células "murcharão", perdendo sua água para o meio externo e o peixe vai, de foma dolorida e lenta, morrer desidratado, mesmo estando dentro d'água!


As sete vidas do cascudo são, na verdade adaptações evolutivas muitíssimo interessantes e algumas delas são de grande importância para a saúde dos ecossistemas aquáticos.

1) Os cascudos são bons pais: eles produzem e cuidam de um número relativamente pequeno de ovos demersais (enterrados posicionados em um ninho ou presos à superfície de uma rocha ou planta, no leito do rio). Prendê-los é importante, pois o fluxo da água pode, facilmente, carregar os ovos. Os filhotes nascem com a forma do corpo e o comportamento similares aos dos peixes adultos.

2) Economizando energia: animais primitivos, em geral, apostam na quantidade de filhotes e não cuidam deles. Essa técnica de reprodução dispersa muita energia e tem pouco resultado. Devorados por predadores, poucos filhotes chegam à idade adulta. Mas os peixes-gato economizam energia - e otimizam sua prole - apostando em menor número de ovos e nos cuidados atentos do pai ou da mãe. Assim, a maior parte dos filhotes (ou alevinos) sobrevive.

3) Peixes-gato podem respirar ar: Embora a maioria dos peixes dependa das brânquias para extrair o oxigênio dissolvido na água e liberar o dióxido de carbono, peixes como o cascudo, os quais vivem em condições de baixas concentrações de oxigênio, não podem obtê-lo totalmente através das brânquias. Por isso, vão além: seu estômago funciona como um "pulmão", adaptado como um sítio de trocas gasosas - com a parede bem fininha, como uma membrana, e ricamente vascularizada.

Quando é preciso, o peixe deve subir à superfície e respirar o ar através das narinas, caso contrário poderá se afogar. Quem já segurou um cascudinho nas mãos, fora da água, pôde observar que ele fica inspirando o ar e expirando, fazendo lembrar a respiração de um mamífero terrestre.

4) Enquanto os outros dormem: muito espertos, esses peixes têm hábitos noturnos. São ativos à noite e descansam durante o dia. Para seus predadores (os que conseguem ficar acordados) é mais difícil caçar no escuro.

5) Cardápio sustentável: cascudos limpam o ambiente ao mesmo tempo em que comem. Alimentam-se de algas e restos orgânicos que se depositam no leito do rio. Por isso, são bastante importantes na ciclagem de nutrientes dos meios em que vivem.

Dentre as espécies de particular interesse científico, estão as Hipostomus punctatus e Liposarcus anisitsi. Ambas apresentam ampla resistência a poluentes e podem sobreviver em lugares muito poluídos, como estão a maioria das águas doces hoje em dia. Claro, não vale exagerar. E quando se fala de exagero, o ser humano bate recordes e nem o cascudo agüenta.

Basta ver notícias recentes nos jornais que mostram cascudos morrendo ou muito doentes por causa da poluição química nos rios Paraná e Paraíba do Sul. Sem falar que esse peixinho já foi o habitante mais típico dos rios Pinheiros e Tietê, em São Paulo, mas sucumbiu à quantidade de sujeira jogada naquelas águas.

6) Quando a natureza supera a tecnologia: estudos bem recentes mostram que os cascudos são importantes biomarcadores da qualidade da água. Como vivem no fundo (são demersais) onde a poluição sedimenta-se em maior quantidade, eles absorvem mais os poluentes. Quando o peixe fica com a coloração desbotada ou apresenta tumores, por exemplo, isto significa problemas de enormes proporções.

A saúde de todo o ecossistema do rio está, então, comprometida -os demais animais do rio também estão contaminados. O ecossistema terrestre litorâneo também fica prejudicado, pois há bichos que bebem a água do rio ou se alimentam de seus peixes. A vegetação circundante faz parte desta terrível reação em cadeia, atingindo, portanto, animais herbívoros. As pessoas que dependem do rio para sobreviver e retiram dele alimento e água, também entram no ciclo de toxicidade, arriscando-se inclusive a desenvolver vários tipos de câncer.

7) Rapel para sobreviver: uma espécie de cascudo, Ancistrus criptofalmus (cascudo de olhos escondidos), possui tentáculos no focinho, lembrando dentes externos ou espinhos. Essas estruturas ajudam o peixe a nadar contra a correnteza e até a subir cachoeiras, escalando as rochas, como um pequeno praticante de rapel. É um peixe que nunca vê a luz do dia e só foi encontrado até hoje em águas subterrâneas, em algumas cavernas do Parque Estadual de Terra Ronca, no nordeste de Goiás, onde quase nenhum outro bicho sobrevive.

O Cascudo Pepita-de-Ouro é um Peixe-Gato muito bonito de alto valor financeiro e ornamental.

Para ficar de uma forma mais facilmente compreensível, os conselhos, dicas e alertas estão dispostos separadamente, de forma limpa e organizada:

- Preferem aquários com uma movimentação de água mediana, com certa correnteza (não precisa ser forte, e nem deve). E uma água muito bem oxigenada;

- Preferem aquários menos iluminados e estarão sempre mais ativas a noite, no caso de aquários, quando as luzes estiverem apagadas;

- Gostam de aquário bem plantados, preferencialmente com plantas de folhas largas e grandes, pois sombreiam o aquário e oferecem refúgio quando o peixe se sentir inseguro;

- Gostam de muitas tocas para se esconderem: podem ser feitas com pedras empilhadas, com cascas de cocos partidos ao meio, com troncos, com folhas secas grandes;

- Gostam de substrato bem macio. O ideal é usarmos areia de filtro de piscina, areia de construção ou outro cascalho de N° 0;

- O substrato deve ser sempre o mais limpo possível, pois muitas das espécies de Peixes-Gato possuem o hábito de remexê-lo com seus delicados barbilhões a procura de pequenos animais. Se o substrato estiver sujo, a chance dele se ferir e pegar um infecção ou um fungo é grande. Outros como Banjos e algumas espécies de Cascudos possuem o curioso hábito de se enterrarem para se camuflar, mais um motivo para manter a areia sempre muito limpa;

- Eles comem sim restos de ração e algas do aquário (este último no caso de limpa-Vidros ou Cascudos), mas devem receber alimentação própria, específica para a espécie;

- Eles não limparão o aquário, eles irão sim é ajudar a limpar. Quem deve ser o responsável pela limpeza do tanque é única e exclusivamente o aquarista, e não seus animais;

- Mantenha-os com peixes pacíficos e pequenos. No caso de cascudos, podem ser mantido com outros maiores. O importante é que não haja peixes cuja boca seja do tamanho ou maior que seus Peixes-Gato. Do contrário é bem provável que você tenha 2 óbitos de uma vez só;

-No caso de manter Corydoras, deve fazer isso sempre em números a partir de 5 indivíduos, pois são de cardume. Em números maiores elas se sentem mais seguras e confiantes, inclusive ficam mais ativas;

- No caso de Cascudos, tenha um aquário com no mínimo 150 litros reais (já descontado o volume ocupado pelo substrato, equipamentos, tc.), pois são peixes que dependendo da espécie podem alcançar de 11 cm até 60 cm! Além de serem tão sujões como Kinguios;

- Não aplique sal em aquários de Peixes Gatos. Se for necessário colocar, retire-os e após o aquário estar livre do sal, devolva-os;

Resumindo, são peixes bonitos, exóticos, resistentes e de fácil criação. São recomendados para iniciantes e podem viver anos e anos em um aquário bem cuidado. Alguns inclusive aprendem a comer na mão dos donos.

Aproveitem seus Peixes Gato, pois eles são adoráveis.


Referências bibliográficas:

http://www.dihitt.com.br/barra/tipos-de-cascudos
http://educacao.uol.com.br/biologia/peixe-gato-ou-cascudo-familia-e-composta-de-verdadeiros-ativistas-da-causa-ambiental.jhtm"


Minha Betteira para o meu Betta.
avatar
Mateus Camboim
ViPs
ViPs


Brasil
Mensagens : 190
Pontos : 247
Reputação : 15
Data de inscrição : 01/02/2011
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Limpa vidros

Mensagem por rafaelsilva em Dom Mar 13, 2011 8:47 am

tenho dois limpa vidros iguais aos seus mas um deles muda muitas vezes de cor . consegues me dizer se e normal ou se passa alguma coisa .. obrigado
avatar
rafaelsilva
Novo no fórum
Novo no fórum


Portugal
Mensagens : 4
Pontos : 6
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/03/2011
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Mateus Camboim em Dom Mar 13, 2011 1:47 pm

Olá,

É muito comum Peixes-Gato mudarem de coloração, por vários motivos: condições da água, alimentação, excitação, humor...

Até.


Minha Betteira para o meu Betta.
avatar
Mateus Camboim
ViPs
ViPs


Brasil
Mensagens : 190
Pontos : 247
Reputação : 15
Data de inscrição : 01/02/2011
Idade : 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por rafaelsilva em Dom Mar 13, 2011 1:58 pm

estava a pergumtar porque tenho dois da mesma especie num aquario de 200l um muda de cor varias vezes e outro nunca muda
avatar
rafaelsilva
Novo no fórum
Novo no fórum


Portugal
Mensagens : 4
Pontos : 6
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/03/2011
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Adilson em Dom Mar 13, 2011 2:39 pm

Olá pessoal, pode ficar sossegado que como o Mateus disse é normal mesmo, apesar de eles serem da mesma espécie cada um é único assim como nós, ou seja, um pode ser bem mais tranquilo que o outro e isso pode ser a razão de um está sempre alterando a cor e outro não.
Abrçs!
avatar
Adilson
Moderador Geral
Moderador Geral

Pontuaçao elevada
1º Colocado
Brasil
Mensagens : 7042
Pontos : 7828
Reputação : 340
Data de inscrição : 07/03/2010
Idade : 42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por rafaelsilva em Seg Mar 14, 2011 9:26 am

obrigado a todos ..
avatar
rafaelsilva
Novo no fórum
Novo no fórum


Portugal
Mensagens : 4
Pontos : 6
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/03/2011
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por lucasaro em Seg Jun 27, 2011 7:54 am

otima materia muito boa me ajudou de + Exclamation
avatar
lucasaro
Iniciante
Iniciante


Brasil
Mensagens : 33
Pontos : 63
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/06/2011
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por joão victor em Seg Jun 27, 2011 1:26 pm

Otimo trabalho, muito esclarecedor...


João Victor Rocha Batista
Sta Barbara d´Oeste S/P affraid
avatar
joão victor
Iniciante Jr
Iniciante Jr


Brasil
Mensagens : 448
Pontos : 538
Reputação : 15
Data de inscrição : 04/06/2011
Idade : 43

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por alan rodrigues dos santos em Seg Ago 05, 2013 10:08 pm

tenho um cascudo que não se move mais esta para todos efeitos morto mas esta na água a varias horas e não fica rígido não esbraqueceia os olhos podem rir mas não sei o que esta acontecendo a água não esta fria hoje fez muito calor sera que entrou em coma kkkk
avatar
alan rodrigues dos santos
Iniciante
Iniciante


Brasil
Mensagens : 143
Pontos : 121
Reputação : 0
Data de inscrição : 24/02/2013
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Elyezer em Seg Ago 05, 2013 10:28 pm

Alan, cascudos podem sim ficar horas e horas no mesmo lugar. Com a rede própria para isso, tente pegá-lo. Se ele fugir está vivo, senão não!

Por favor, evite "ressuscitar" os tópicos antigos, principalmente se for um artigo, como este. Sempre crie um novo com sua dúvida.
avatar
Elyezer
Avançado
Avançado


Brasil
Mensagens : 1777
Pontos : 1734
Reputação : 102
Data de inscrição : 05/11/2012
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Matheus Peçanha em Dom Dez 01, 2013 3:42 pm

Valeu Mateus!
Mais um artigo que esclareceu algumas dúvidas minhas.
avatar
Matheus Peçanha
Iniciante
Iniciante


Brasil
Mensagens : 76
Pontos : 127
Reputação : 3
Data de inscrição : 14/11/2013
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Aquário ideal para Peixes-Gato

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum