Fórum AquaPeixes
Conecte-se ou registre-se e faça parte do melhor Fórum de Aquariofilia!

Registrando-se terá direito a fazer perguntas, esclarecer dúvidas e muito mais...

Veja, passo a passo, como postar fotos;

Fique por dentro das nossas Regras de utilização;

Fique por dentro das nossas Regras para participação do Concurso AquaPeixes de Fotografias;

Acesse nosso site AquaPeixes, para obter mais conhecimentos;

* As publicidades só aparecem para os visitantes!




Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» PORQUE MEUS PEIXES MORREM TANTO???
por Joao Roberto Hoje à(s) 1:20 pm

» Papagaio Vs Acará do Congo
por sanjuan Hoje à(s) 12:02 pm

» COMPORTAMENTO DA FAUNA
por maciel.luz Hoje à(s) 11:38 am

» Inicio da construção do Lago Giuliano
por Giuliano Pagnoncelli Hoje à(s) 10:26 am

» Aquário quarenta litros
por SJorge Ontem à(s) 2:31 pm

» CICLAGEM AQUÁRIO
por sanjuan Ontem à(s) 7:56 am

» CICLAGEM DEMORANDO MUITO
por maciel.luz Qua Set 28, 2016 5:14 pm

» MEU LAGUINHO ORNAMENTAL TÃO SONHADO!
por sanjuan Qua Set 28, 2016 1:39 pm

» TPA Quando fazer?
por maciel.luz Qua Set 28, 2016 8:51 am

» Projeto Lago 2 ambientes
por maciel.luz Qua Set 28, 2016 8:49 am

» [Apresentação] Geraldo Padilha
por maciel.luz Qua Set 28, 2016 8:46 am

» Ciclagem do meu aquário de 100 Litros
por maciel.luz Ter Set 27, 2016 2:31 pm

» Carpa com pontos brancos e ramificações vermelhas na cauda
por SJorge Ter Set 27, 2016 1:38 pm

» beta esta se desmanchando
por SJorge Ter Set 27, 2016 11:45 am

» pode quantos barbo sumatra num aquário de 70 litros
por SJorge Ter Set 27, 2016 2:56 am

» Aquário + sump - 1020 litros
por maciel.luz Seg Set 26, 2016 7:02 pm

» Ciclídeos
por maciel.luz Seg Set 26, 2016 6:58 pm

» SOCORROOOOO!!! BOMBAS PARARAM ABRUPTAMENTE!!!!
por TOCANTINS Seg Set 26, 2016 2:52 pm

» Kinguio cauda roída e com manchas parecendo algodão
por SJorge Seg Set 26, 2016 2:35 pm

» Posso manter essa fauna no meu aquário de 240L
por maciel.luz Seg Set 26, 2016 2:18 pm

Top dos mais postadores
Mauricio Molina (8244)
 
Adilson (7037)
 
Wladimyr (5849)
 
Beto Lemos (4989)
 
Lucas Duarte (2775)
 
Thiago Marques (2333)
 
juniorfn (2149)
 
david rafael dieter (2124)
 
Edu Ucceli (2021)
 
Thiago Arai (1930)
 

Quem está conectado
8 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 8 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 109 em Sex Jun 13, 2014 10:45 pm

Reprodução Bettas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Artigo Reprodução Bettas

Mensagem por Mauricio Molina em Seg Set 28, 2009 12:27 pm

Também é chamado de "peixe de briga", esse peixe não convive com outro macho da mesma espécie.

Sobre.

O Betta possuí, o labirinto, que o permite retirar seu oxigênio da atmosfera. Por esse motivo, uma bateria de bettas não precisa de oxigenação. Apesar disso, a água do aquário deve ser parcialmente trocada de 15 em 15 dias, e pode ser usada água de filtro ou mineral.

Alimentação.

Ela deve ser feita com comida em forma de ração, ou com comidas vivas(como a artêmia). dê uma quantidade que o seu peixe possa digerir em poucos minutos, faça isso de uma a duas vezes por dia.

Reprodução.

Para a reprodução, evite usar "beteiras" que são muito pequenas, use aquários de 40cm de comprimento.

1º passo: Coloque plantinhas flutuantes para a fêmea se esconder, ou qualquer outro tipo de toca.

2º passo: Pegue uma garrafa pet de 1 ou 2 litros (transparente) e corte-a ao meio com uma tesoura ou algo que facilite seu corte, fique com a parte de baixo, ou se preferir corte a garrafa em duas partes e fique com a parte do meio, isso deixara a garrafa com as duas pontas abertas facilitando a retirada da garrafa sem agitação da água.

Obs: Toda vez que você tiver uma garrafa dessa, pode guardar, pois ela servirá de um aquário provisório para seus Bettas.

3º passo: Coloque a Betta fêmea na garrafa dentro do aquário, deixe lá por mais ou menos 3 dias, o macho irá fazer uma "dança" se mostrando para a fêmea.

Obs: coloque água até uns 10cm de altura, pois os filhotes não aguentam muita pressão e a garrafa se mantem estável.

4º passo: A fêmea quando pronta ficara com listras brancas verticais na barriga.

5º passo: Após verificar que a fêmea esta pronta, solte-a e eles darão um "abraço nupcial", durantes este "abraço" a fêmea soltara os ovos e depois tentara se esconder do macho, procure uma boa hora, e retire a fêmea do aquário.

6º passo: Após a fêmea botar os ovos, o macho irá pegar com a boca, um por um no chão. Uma boa dica para facilitar a visualização dos ovos pelo macho é colocar um papel ou um tecido preto no fundo do aquário por fora para facilitar a situação do macho.

Último passo: Quando você reparar que os alevinos de bettas já estão nadando horizontalmente, retire o macho do aquário com muito cuidado.

OBS: Tome sempre muito cuidado após o macho fazer o ninho de bolhas e principalmente quando os ovos estiverem dentro deste ninho, mexa o menos possível na água para não destruir o ninho.

Veja vídeos sobre a reprodução,
retirados do youtube.








Última edição por Mauricio Molina em Qua Jan 11, 2012 7:29 pm, editado 4 vez(es)

Mauricio Molina
Administrador
Administrador

Pontuação Elevada + Ganhador do Concurso de Fotografia
2º Colocado
Brasil
Mensagens : 8244
Pontos : 83460
Reputação : 256
Data de inscrição : 19/09/2009
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução Bettas

Mensagem por elvis em Ter Jul 13, 2010 9:18 pm

Em geral os Bettas splendens já estão prontos para o acasalamento por volta dos 5 meses de vida.
Se reproduzem facilmente e geram proles numerosas (mais de 300 alevinos em cada ninhada - nem todos sobrevivem, mas um número expressivo vinga).
O cortejo e o acasalamento oferecem um espetáculo belíssimo e arrebatador de se assistir.
Comumente o macho é colocado num aquário pequeno (+/- 20 litros) com coluna d'água de aproximadamente 10 cm (vide condições ideais da água em "Manejo Básico"), 10 dias antes da lua cheia, para começar a se sentir dono do território.
Depois de 2 dias, aproximadamente, a fêmea é introduzida no aquário, mas dentro de um vidro transparente, sem fundo, onde é vista, mas não tocada pelo macho.

O macho imediatamente começa o seu ritual de exibição para a fêmea e construir um ninho com bolhas de ar, na superfície d'água.
Este processo dura uns 8 dias, aproximadamente. A fêmea então já se mostra preparada para o acasalamento, seu oviduto está dilatado, com uma ponta branca e apresenta no corpo listas verticais.
Neste momento o macho já está com o ninho totalmente pronto (enorme colchão de bolhas) e é hora de libertar a fêmea (com cuidado para não agitar a água e desmanchar o ninho de bolhas), que deverá ter, a esta altura, um comportamento submisso, se deixando levar para baixo do ninho.


É conveniente providenciar abrigo para a fêmea se proteger, caso o macho se mostre muito violento ou ela ainda não esteja totalmente pronta para o acasalamento. Podem ser: pedras sem arestas, seixos de rio, plantas aquáticas naturais (musgo de java, samanbaia d'água, etc) ou até cotovelos de PVC, como na foto acima.
Os dois ficam algum tempo nas preliminares mas logo acontecerá o primeiro de vários abraços delicados e suaves que o macho dará na fêmea, espremendo-a para liberação dos ovos, fertilizando-os neste instante.

Os ovos, dezenas de cada vez, são expelidos e vão caindo lentamente no fundo do aquário. Geralmente a fêmea fica meio atordoada por alguns instantes e enquanto se recupera, o macho vai coletando em sua boca, ovo por ovo e depois os deposita no colchão de bolhas. Estas rotinas de abraços, posturas, fecundações, coletas, acomodação dos ovos se repetem por várias vêzes.
Concluída a postura, a fêmea é retirada do aquário por que o macho assume a guarda do ninho, se preciso com bastante violência, não permitindo a aproximação da fêmea. No habitat natural ela naturalmente guardaria distância segura do macho, mas confinada no aquário, poderá ser morta.
Pelos próximos 2 (dois) dias, o macho protege e arruma o ninho o tempo todo. Após o nascimento dos alevinos, por mais 2 (dois) dias ele pega os filhotes que caem do ninho e os recoloca no colchão, até que já possam se virar sozinhos. Neste momento quem é retirado do aquário de procriação é o macho, senão os alevinos é que correm perigo de ser devorados pelo pai.
O belíssimo espetáculo de acasalamento foi registrado num vídeo de 1 min e 28 seg, por Jeremy Bolanos (Março/2006), assista. Você vai querer procriar seus Bettas em sua casa também, com certeza.

elvis
Iniciante
Iniciante


Brasil
Mensagens : 195
Pontos : 296
Reputação : 0
Data de inscrição : 13/07/2010
Idade : 19

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução Bettas

Mensagem por Mauricio Molina em Ter Jul 13, 2010 10:06 pm

Ola Elvis obrigado pela contribuição, este texto foi retirado do http://www.bettabrasil.com.br

De qualquer forma indique a fonte por favor, depois vou dar uma editada pra ficar mais legal!

Abraços!


    Os Administradores e Moderadores aconselham que;

Seja sempre ativo no fórum e aprenda mais;
Respeite as regras do fórum;
Apresente-se Aqui ;
Como postar Fotos ;
Visitem nosso site AquaPeixes;
Ficha para Doenças e Tratamentos;

Mauricio Molina
Administrador
Administrador

Pontuação Elevada + Ganhador do Concurso de Fotografia
2º Colocado
Brasil
Mensagens : 8244
Pontos : 83460
Reputação : 256
Data de inscrição : 19/09/2009
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução Bettas

Mensagem por pedroforesti134 em Dom Abr 15, 2012 7:56 pm

Preparação do aquário: O aquário de reprodução pode ser pequeno(no mínimo 8 litros) ou pode ser grande, eu aconselho usar um de 20 litros(40x15x20), quanto mais espaçoso for o aquário melhor é, porque a fêmea poderá fugir de forma mais fácil do macho e quando os alevinos nascerem vão ter mais oxigênio na água. O aquário deve ficar com o nível da água no máximo de 12cm, eu aconselho 8cm, isso para não causar uma pressão muito forte nos alevinos quando nascerem, e facilitar o trabalho do macho para pegar os ovos. A temperatura ideal é 27 graus e a temperatura mínima para reprodução é de 24 graus. Deve se instalar uma lâmpada de 15 watts para iluminar o aquário durante 24 horas. Para servir de apoio ao ninho pode ser usar plantas flutuantes ou um tronco desidratado, eu aconselho o tronco, deixe o tronco com uma ponta pra fora d’água, se não ele vai ser inútil no aquário. Na água do aquário de reprodução, pingue uma gota de fungicida ou parasiticida(é bom evitar fungos nos ovos).



Colocação do macho no aquário: Ponha um macho adulto(mais de 5 meses de idade), que seja maior do que a fêmea que você colocará no aquário, isso é muito importante, se fêmea for do mesmo tamanho ou até maior que o macho o abraço “nupcial” pode ser impossível de acontecer. O macho deve ser bonito, com nadadeiras formadas, de preferência a machos que sempre constroem ninho de bolhas no seu aquário individual, pois esse já tem um instinto reprodutivo avançado



Colocação da fêmea no aquário de reprodução: Corte na metade uma garrafa de dois litros descartável transparente, as garrafas tradicionais de Coca, lave bem, enche de água até o nível de água que o aquário de reprodução estiver, ou seja se estiver em 8 cm, encha até 8cm a garrafa, para ter o peso ideal de equilíbrio dentro da água e na visão ideal do macho. Ponha a fêmea(ovada, repare se ela esta com o ovopositor a vista e com listras na vertical) nessa garrafa e logo após ponha a garrafa no aquário de reprodução, ponha de um jeito que não fique encostado nas paredes do aquário, para evitar que ele construa o ninho grudado com a garrafa, que seria ruim, pois seria muito vulnerável a movimentos.



O namoro: O macho vai abrir suas belas nadadeiras e opérculos quando vê a fêmea na garrafa, a fêmea vai ficar com uma cor mais acentuada e agitada, então vai passar umas 2 horas e o macho começará a construir o ninho, se dentro de duas horas ele não construir o ninho, junte o macho e a fêmea no aquário durante 15 minutos e separe novamente, só para excitar mais o macho e ele ter mais ânimo para construir o ninho, mas se mesmo assim ele não construir o ninho, pegue com uma colher o ninho de outro Betta, não importa se for pequeno, o macho só de olhar um pedaço de ninho vai dar inicio a construção



Acasalamento: Depois de 24 horas de namoro e construção do ninho, junte os dois, o macho vai persegui-la e as vezes até dando uns “safanõezinhos”( tem caso que a fêmea persegue o macho), ao passar de 12 a 24 horas, o macho vai conduzir a fêmea pra baixo do ninho, onde dará ínico ao abraço nupcial, no começo a fêmea nem expele ovos, depois do segundo e terceiro abraço começa a vir poucos ovos, depois de meia-hora de abraços, sai mais de 20 ovos por abraço, o total de uma desova em média é de 250-500 ovos(óvulos). Ao mesmo tempo que os ovos são expelidos o macho solta os espermas para fecunda-los, e logo após colocar os ovos no ninho(muitas fêmeas ajudam o macho nessa tarefa). Quando você reparar que a fêmea não desova mais, tire ela, pois o macho vai ataca-la até mata-la, pois ela é um intruso na visão do macho



Eclosão dos ovos: Durante 24 a 48 horas o macho ficará vigiando o aquário inteiro para ver se nenhum “intruso” esta por perto para comer os ovos de sua ninhada, ele vai tratar os ovos com muito carinho, após 24 ou 48 horas(depende da temperatura, quando mais alta, menos o tempo de eclosão), os ovos vão eclodir, deles saíram os alevinos com seus sacos vitelinos, onde vai fornecer alimento a eles durante dois dias após o nascimento, eles vão ficar na horizontal, quando eles nadarem na vertical, retire o macho do aquário, pois não terá mais utilidade e pode acontecer do macho comer os seus próprios filhotes depois de 4 dias pós eclosão.



Desenvolvimento e engorda dos alevinos

Os alevinos são muito pequenos, precisam de alimentos muito pequenos também, depois do segundo dia de nascimento aconselho dar infusórios, depois do 5º dias de vida dê artêmia salinas recém eclodidas(compre os ovos desidratados em uma loja de aquarismo), com artêmias salinas recém eclodidas os filhotes vão crescer rapidamente, pela quantidade de proteínas que tem no organismo das artêmias, quando os alevinos já tiverem 2 semanas de vida, comece a fazer trocas de água(atenção, deixe a água descansar por um dia para ter certeza que esta sem cloro, e certifique se a temperatura esta igual), precisa trocar no mínimo 20% e no máximo 70% da água, repondo por água nova, é preciso fazer essas trocas d’água, porque cada alevino no aquário vai soltar hormônios, que impedirá que seus irmãos desenvolvam de forma rápida, portanto, quanto mais trocas de água você fizer no período de 2 semanas até 1 mês de vida, mais rápido os alevinos vão crescer. Quando seus filhotes atingirem 5 meses pode reproduzir eles, mas atenção, nunca reproduza Bettas parentes, como: irmãos, pais, e etc, pois o o código genético pode sofrer muitas avariastes por serem parecidos dando conseqüência em muita morte de alevinos e alevinos mau desenvolvidos.

Alimentação dos alevinos

Até o terceiro dia de nascidos não deverá ser ministrado qualquer tipo de alimento, pois eles estarão se nutrindo do próprio saco vitelino,

- a partir do quarto dia de nascidos – poderá ser fornecido náuplios de artêmia salina recém eclodidos e microvermes; Deverão ser ministrada no mínimo três refeições ao dia.

- a partir do décimo quinto dia de nascidos – poderá ser acrescentado ao menu anterior enquitréias. Neste período se sugere cinco a seis refeições diárias.

- a partir do trigésimo dia de nascidos – a partir desta data os bettinhas poderão receber artêmia adulta, enquitréias, raspas de coração de boi, patês e as rações flocadas e peletizadas, industrializadas, que deverão ser incluídos no cardápio gradativamente.

Importante: a excelência da alimentação nos primeiros trinta dias irá influenciar diretamente na performance do beta, por isso é que insistimos em “muitas refeições diárias sempre em pequenas quantidades”. Deve-se reparar na barriga do peixe, ela deve ficar “ bem cheia, parecendo uma bolinha”.

Observação importante: Embora a maioria dos artigos sobre a alimentação de alevinos recomende como a primeira refeição os infusórios – eu não os recomendo e teço os seguintes comentários:

- muitos aquariofilistas preparam uma infusão de água com alface, nabo, esterco, etc, que exalam mal cheiro e que geralmente não contém nenhum organismo vivo e tem a tendência à “arrebentar” os parâmetros físico-químicos e biológicos da água, matando os alevinos. Esta infusão – mal cheirosa – aumenta, também, o teor de amônia, bem como aquela película que ocorre sobre a lâmina d’água, que prejudica a subida do alevino para respirar.

A colocação de plantas no aquário de reprodução, para proteção da fêmea, irá proporcionar uma quantidade de microorganismos suficiente para suprir aqueles alevinos que já tiverem absorvido seus sacos vitelinos até o terceiro dia e, no quarto dia, eles já comerão microvermes e nauplios de artêmia salina recém eclodidas.



Separação dos filhotes machos

A partir de dois meses de nascidos os machos mais desenvolvidos começarão a diferenciar-se dos demais pelo aparecimento de cores em seu corpo e o desenvolvimento das principais nadadeiras, principalmente a caudal e a anal sendo que está ultima é mais pontiaguda.

Os machos também têm o corpo mais alongado do que o das fêmeas.
Neste período eles começarão a mostrar sua agressividade, através de pequenas pelejas; ficam frente a frente, abrem os opérculos e se colocam em posição de combate.

A partir desta fase o criador deverá ficar atento porque eles vão se morder e rasgar as nadadeiras uns dos outros, então será conveniente separá-los em recipientes individuais

Espero ter ajudado a seu betta ter um acasalamento perfeito.


pedroforesti134
Novo no fórum
Novo no fórum


Brasil
Mensagens : 1
Pontos : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 15/04/2012
Idade : 46

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução Bettas

Mensagem por Beto Lemos em Dom Abr 15, 2012 8:00 pm

Por favor coloque a fonte onde tirou a informaçao ,para evitar-mos possiveis sançoes ou constrangimentos.


Os Administradores e Moderadores aconselham que;

Seja sempre ativo no fórum e aprenda mais;
Respeite as regras do fórum;
Apresente-se Aqui ;
Como postar Fotos ;
Visitem nosso site AquaPeixes;
Ficha para Doenças e Tratamentos;

Beto Lemos
Moderador
Moderador

Pontuação Elevada + Ganhador do Concurso de Fotografia
Brasil
Mensagens : 4989
Pontos : 5179
Reputação : 202
Data de inscrição : 17/10/2010
Idade : 41

Voltar ao Topo Ir em baixo

Artigo Re: Reprodução Bettas

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 1:52 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum